//
você está lendo...

Ônibus

CAMPANHA DOS ÔNIBUS – chega de colocar nossas vidas em perigo!

This is the default text

Estão em curso, organizadas pela nossa vizinha Sandra Oliveira, algumas ações para melhorar a situação caótica que é o transporte nos ônibus da TRANSURB. Será programada uma reunião com representantes da TRANSURB e da SMTR, com a presença de moradores, que irão abrir a reunião expondo seus problemas, provas, vídeos, fotos e relatos da situação desumana que vivenciamos diariamente com esse serviço.

Mandem suas ideias, criticas e opiniões de como deve ser o funcionamento e o serviços dos ônibus até a próxima sexta-feira, 30 de abril. Sandra pretende propor que diretores e funcionários da empresa venham a Santa Teresa para andar de ônibus junto com os moradores, vivenciando o que passamos no dia a dia.

Divulguem esta ideia e mandem suas sugestões via Facebook ou pelo Fale Conosco aqui do site.

  • teresa cristina

    Motoristas parecem não receber treinamento sobre responsabilidade e ética da função social que desempenham. Na última viagem que fiz, o motorista, dirigia com uma só mão porque a outra segurava o celular no ouvido. Descendo as ladeiras em curva e com o ônibus cheio. A conversa era que ele estava com tanto sono que precisava jogar água gelada no rosto para acordar; e que andar devagar dava mais sono, então ele corria para manter-se ligado. Já no Centro, sinal vermelho para ele não significava absolutamente nada.

  • E deveria haver uma fiscalização sobre as kombis, pois depois das 21h elas fazem o que querem, já vi várias vezes e semana passada vi novamente, o despachante do Castelo havia liberado um carro as 22h e 15min, quando foi umas 22h e 30min parou uma kombi no ponto final do Castelo e desembarcou um homem que fez várias ameaças ao despachante e quando o mesmo ia embarcar na kombi para ir embora disse: “Libera, mas algum carros além do bacurau, ai agente vai ver quem manda nessa merda”.
    Conversando com motorista do 410 o mesmo disse que a empresa não coloca mas carros no bacurau devido a isso!

  • Eu tenho uma idéia sobre a linha 507 (antigo 407) a mesma deveria ter seu trajeto redesenhado, pois o atual não traz benefícios a população.
     O mesmo deveria agora ir até o largo do França e descer e subir pela rua Prefeito João Felipe,ou ir até o Largo dos Guimarães e descer pela rua Candido Mendes (Não acho que se deva ir pela Joaquim Murtinho pois seriam muitas linhas sobrepostas)
     E a reativação do 206 (Silvestre – Maracanã) a mesma se encontra ativa no cadastrado da prefeitura, mas na verdade ela nem existe.

    •  A linha 507 também não esta rodando há algum tempo, mas achei um ótima idéia suas sugestões de mudança no trajeto. Sou morador relativamente novo no bairro mas o frequento há algum tempo e nem se quer sabia da existência da linha 206 (Silvestre – Maracanã). Recentemente, um amigo que mora na Holanda , veio me visitar e disse ter ficado esperando este ônibus que não passou, e eu nem se quer sabia que ele existia. Como podemos unir mais gente nesse pleito?

  • Gustavo Borges

    A frequência e a quantidade dos ônibus não é dos maiores problemas que vivencio, apesar de que vejo muitos ônibus descendo e subindo juntos, deixando aquele vácuo grande entre uma “tropa de ônibus” e outra. Acho o estado dos mesmos lamentáveis: são extremamente barulhentos, quase desmontando, não tem preparo para os buracos e ruas tortuosas de Santa. Mas sem dúvida o pior de tudo é a velocidade e a imprudência dos motoristas. Adoraria ter reguladores de velocidade no bairro. Mesmo pra quem está dirigindo é quase imprevisível saber quando vem um ônibus ou uma kombis a 70km/h (o que para Santa é absurdo) nas curvas. Pensando bem, acho que vans são muito mais adequadas à topografia do bairro do que os ônibus mas acredito que haja uma inflexibilidade quanto a isso por parte do governo, até porque existem muitos interesses econômicos envolvidos quando se trata de empresas de transportes. Outro problema que prejudica o transporte são os buracos sempre presentes e algumas partes dos trilhos (principalmente na Joaquim Murtinho, que são mais altos em relação ao chão). A ausência de táxis é outro problema, mas me parece que é uma consequência disso tudo.

  • Eu acho que fica muito ruim para o motorista , ai e que mora o perigo ,Dar troco e dirigir em santa teresa , ruas apertadas com trilhos e muitos carros estacinados no meio da rua , outra é essa rua joaquim mortinho que destroi os ônibus , parece que vai desmontar .
     E ônibus bonde que leva quase  mais de 1 hora pra passar , eles tem que da gratuidade para os idosos , deficientes e todos da gratuidade .